Olimpíada de Saúde e Meio Ambiente inicia processo de oficinas pedagógicas na reunião da SBPC

Por Ariane Mondo 

Antônio Mendes, da secretaria de Educação de Pernambuco, oferece um minicurso durante a 65ª Reunião Anual da SBPC, no Recife

A Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (OBSMA), projeto educativo da Fiocruz, participou da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), oferecendo minicursos para professores da rede municipal de ensino do Recife. Na capital pernambucana os minicursos tiveram duração de seis horas e foram oferecidos para duas turmas, no período de 23 a 26 de julho, no Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Confira o álbum de fotos no Facebook

A participação da Olimpíada na SBPC deste ano marca o início do projeto das oficinas pedagógicas da OBSMA, que conta com o apoio do CNPq e prevê que minicursos e oficinas sejam oferecidos a professores da rede básica de ensino por uma equipe multidisciplinar de profissionais. Além do Recife, mais seis cidades brasileiras receberão o projeto.

Até o fim do ano, a equipe da olimpíada tem o objetivo de oferecer oficinas aos educadores interessados em abordar as temáticas de saúde e meio ambiente em sala de aula, utilizando recursos relacionados a projetos de ciências, produção de textos e produção audiovisual, que são as três modalidades da OBSMA. As oficinas são pensadas como uma ação para sensibilizar professores de diversos lugares no Brasil, ao diálogo que pode haver entre a educação e os temas saúde e meio ambiente.

Zulma Medeiros, pesquisadora da Fiocruz Pernambuco e coordenadora da regional Nordeste 1 da OBSMA, avalia como positiva a participação da olimpíada na SBPC: “Tivemos turmas lotadas de professores interessados nas distintas possibilidades de se trabalhar os temas saúde e meio ambiente em sala de aula. A experiência no Recife foi bastante válida, marcando o início do processo das oficinas pedagógicas da olimpíada. Foi bom tanto para a equipe olímpica, que seguirá aprimorando o formato das oficinas para as próximas cidades, quanto para os educadores, que estão em busca de novas possibilidades de desenvolver seus trabalhos junto aos alunos”, afirmou a pesquisadora.

Os profissionais que participaram dos minicursos no Recife foram: Zulma Medeiros, pesquisadora da Fiocruz e coordenadora da regional Nordeste 1 da OBSMA; Antônio Carlos Mendes, da secretaria de Educação de Pernambuco; Inez Sodré, coordenadora executiva da OBSMA; e Ariane Mondo, jornalista da olimpíada e documentarista. Os módulos oferecidos foram: articulação dos temas saúde e meio ambiente em sala de aula, projeto de ciências, produção de textos e produção audiovisual, respectivamente.

O período de inscrições da sétima edição da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente deverá ser anunciado em outubro de 2013. Paralelamente aos minicursos, a OBSMA também esteve no Recife com a Mostra Olímpica, que levou uma compilação dos trabalhos premiados na última edição da olimpíada. Um vídeo com um resumo dos trabalhos premiados e banners com os destaques nacionais da 6ª OBSMA estiveram expostos no hall de entrada do auditório da Fiocruz Pernambuco, no Campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A mostra olímpica vai acompanhar as oficinas pedagógicas da Olimpíada na itinerância pelo Brasil e também é realizada com o apoio do CNPq. 

 

  • set 6 2013